O Demonstrativo do Resultado do Exercício: Informações importantes para a gestão financeira das empresas baseadas no DRE

O Demonstrativo do Resultado do Exercício, popularmente conhecido como DRE entre os contabilistas, nada mais é que um consolidado de informações sobre receitas e despesas das empresas, e deve ser apresentado ao fisco de acordo com os moldes das Leis das S/A , 6.404, de 1976 e 11.368 de 2007, esta última sua versão mais recente e atualizada.

Convido ao leitor para entrarmos um pouco no fascinante mundo da contabilidade, embora fique claro que, para uma economista por formação e de alma, dizer isso é um pouco complicado, mas, o estudo econômico tem grande necessidade das fontes de informações contábeis, o que com certeza, ficariam incompletas sem todo o suporte que a contabilidade oferece aos estudos empresariais, além de sua função fiscal e obrigatória de notificar aos seus usuários as informações necessárias para a gestão das empresas, sejam elas de quaisquer portes, tamanho e ramo de negócios.

O Demonstrativo do Resultado do Exercício trata-se de uma dinâmica demonstração destinada à apuração do resultado líquido de um exercício, ou um determinado período de tempo de operação das organizações, trazendo informações precisas sobre as receitas e despesas geradas pela empresa no período determinado. Fácil saber se depois de apurar as receitas e pagar todas as contas, o que sobra é o chamado lucro líquido. Estima-se, no geral, que se as empresas apresentarem um resultado final acima de 10% de lucro líquido, ou “sobra” estão apresentando resultados rentáveis e satisfatórios, lembrando sempre que não existem números precisos e regras gerais, estes números podem variar muito e nem por isso deixar de ser positivos ou apavorantes. Mas isso, evidentemente depende de uma serie de fatores, sem os quais não existe um consenso geral dos gestores financeiros.

O resultado das informações desenhadas pelo DRE fornece aos contabilistas, gestores financeiros e o setor de estratégia das companhias, as decisões que precisam e precisarão ser tomadas a partir de então, além, de como anteriormente dito, são compulsórios nos termos da Legislação inerente as empresas brasileiras de demonstrarem seus resultados.

Existem também modelos “estilizados” do DRE, geralmente apresentados por empresas de consultoria empresarial, que tem apenas a função de informar a real situação das companhias e traçar planos de negócios, com a finalidade de alavancar as receitas e diminuir os custos.

Também podemos conhecer através do resultado do DRE os prejuízos que as empresas tiveram no exercício. Muitas delas nem sabem a real situação do seu caixa. Principalmente as pequenas e médias, que contam com gestores que na grande maioria dos casos são seus próprios fundadores e não tem muita familiaridade com as contas de seus negócios.

O DRE fornece ainda, a separação de receitas operacionais – as vendas dos produtos ou serviços oferecidos pelas empresas – e as não operacionais – aquelas receitas que não estão ligadas diretamente ao giro da operação, como empréstimos bancários, receitas financeiras, entre muitas outras.

O mais importante é saber se as receitas operacionais são maiores ou menores que as não operacionais. Este é o primeiro sinal de alerta na gestão das empresas.  Muitas vezes o lucro no final das contas não é tão verdadeiro e positivo como aparenta. Nesses casos, a correta interpretação do DRE, seu estudo apurado e suas indicações devem dar o norte que o gestor ou empreendedor precisa para manter a saúde financeira e a sustentabilidade de sua empresa.

Post escrito por Juliana Agustineli

www.medzo.com.br

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA E OU ELETRÔNICAS

GIMENEZ, Levi. OLIVEIRA, Antonio Benedito Silva. CONTABILIDADE PARA GESTORES: uma abordagem para pequenas e médias empresas. São Paulo: Atlas, 2011.
IUDÍCIBUS, Sérgio de; MARION, José Carlos. Contabilidade Comercial. 6ª ed. São Paulo: Atlas, 2004.
MARION, José Carlos, CONTABILIDADE EMPRESARIAL. 10ª ed. São Paulo: Atlas, 2003.
TAVARES, Renata Oliveira. Artigo. Disponível em http://www.contabeis.com.br/artigos/801/conceito-objetivos-e-estrutura-da-dre/

Advertisements

One thought on “O Demonstrativo do Resultado do Exercício: Informações importantes para a gestão financeira das empresas baseadas no DRE

  1. Pingback: Controle financeiro ativo como ferramenta de sustentabilidade das empresas | Artigos e notícias para seu sucesso financeiro

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s